fbpx

WhatsApp: Pagamento e Transferência

WhatsApp – Pagamento e Transferência via aplicativo
Nesta segunda-feira (15), o aplicativo WhatsApp lançou a função de pagamento e transferência de valores. O Brasil é o primeiro país a implementar a novidade.

A nova função, lançada pelo WhatsApp, possibilita que usuários façam compras ou transferências via aplicativo. As operações serão realizadas pelo Facebook Pay, mediante a utilização de cartões, tanto de débito, quanto de crédito, cadastrados.

Inicialmente poderão ser utilizados os cartões dos Bancos Nubank, Sicredi e Banco do Brasil, de bandeiras Visa e Mastercard, e os pagamentos serão processados pela Cielo. Posteriormente, serão aceitos cartões de bancos diversos.

Para as pessoas físicas e consumidores as transações não preveem custos. Por outro lado, as empresas terão que arcar com uma taxa por transação recebida. 

De acordo com o WhatsApp, o Brasil foi escolhido como primeiro País a ser implantado o recurso, pelo fato de o aplicativo ser muito utilizado, tanto por pessoa física, como por pequenas empresas. “Sabemos que os usuários locais amam o WhatsApp e entendemos que o fornecimento deste recurso pode ajudar a acelerar a conscientização e a adoção de pagamentos digitais”, afirmou um representante.

Nesse sentido, a novidade vem em apoio ao desenvolvimento econômico do país. Segundo Matt Idema, diretor de operações do WhatsApp, “Pequenas empresas são fundamentais para o país. A capacidade de realizar vendas com facilidade no WhatsApp ajudará os empresários a se adaptarem à economia digital, além de apoiar o crescimento e a recuperação financeira”.

Como será o funcionamento da plataforma?

– Para as compras:

Nas relações de compras de uma pessoa física com uma pessoa jurídica a operação poderá ser feita por cartões de débito e crédito, sendo que o comprador deve, necessariamente, ter um cartão dos Bancos parceiros (Nubank, Sicredi e Banco do Brasil). As instituições não precisam ter uma conta nos bancos especificados.

Para o consumidor a transação não gerará nenhum custo, diferentemente do previsto para a empresa, que arcará com uma taxa de 3,99% por operação. O empresário receberá o dinheiro da venda em até 02 dias úteis e não há limitação referente a quantidade de operações.

O estabelecimento terá que cadastrar ou criar uma conta Cielo pelo Facebook Pay, informando os dados de CNPJ, endereço e conta bancária.  Após três dias úteis do cadastro a função estará liberada.

– Para as transferências:

As transferências de valores feitas entre duas pessoas físicas são condicionadas a essas terem conta em alguma das instituições financeiras credenciadas. As operações de transferência não geram nenhuma taxa e são concluídas no mesmo dia.

Nessa modalidade, as transações são limitadas ao número diário de 20, onde, em cada uma, poderá ser enviado o máximo de R$ 1.000,00, limitados à R$ 5.000,00 mensais. A liberação de cada processo se dará através da confirmação de um PIN, ou por meio de conferência biométrica, aumentando, dessa maneira, a segurança do ato.

Para Matt Idema: “O Brasil é um grande e importante mercado. Queremos ajudar mais pessoas a aderir aos serviços de pagamento digitais e aumentar a consciência sobre eles”.

Tutorial: Youtube|WhattsApp

Fonte-1: G1

Fonte-2: Revista Pegn

Imagem: ISTOÉ Dinheiro

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Veja também

Posts Relacionados