fbpx

Moedas Digitais – Segurança na Nova Era

Moedas Digitais - BIS

Banco de Compensações Internacionais (BIS) incentiva os Bancos Centrais a desenvolverem às suas próprias moedas digitais

Com a pandemia do Covid-19, foi verificado um aumento efetivo na utilização dos pagamentos virtuais e, em consequência, foram reveladas as deficiências dos sistemas digitais de transações financeiras. Por isso, o Banco de Compensações Internacionais (BIS) está incentivando os Bancos Centrais a acelerarem o desenvolvimento das moedas digitais (CBDCs – Central Bank Digital Currencies).

            De acordo com o BIS, as moedas digitais podem assegurar maior segurança às plataformas online de pagamento na era digital. Assim, por meio de um capítulo especial sobre os bancos centrais, na quarta-feira (24), o Banco de Compensações Internacionais recomendou os bancos a desenvolveram as CBSCs, como meio de pagamento adicional.

            O conselheiro econômico e chefe de pesquisas do BIS, Hyon Song Shin, pontuou: “À medida que as inovações surgem cada vez mais fora da estrutura tradicional de dois níveis fornecida pelos bancos centrais e bancos comerciais, é essencial que os formuladores de políticas enfrentem os desafios dessas novas inovações para manter a integridade do sistema de pagamentos”.

            Nesse mesmo sentido, Benoit Coueré, diretor do BIS Innovation Hub, afirmou: “Seja no atacado ou no varejo, o objetivo é criar instrumentos de liquidação seguros e confiáveis para transações na economia digital. Em conjunto, a coordenação de políticas internacionais pode garantir que todos os avanços nos sistemas de pagamento facilitem maior eficiência, integração internacional, segurança, inclusão financeira e inovação”.

            Para o BIS, a implementação das moedas digitais é o caminho para a evolução do dinheiro, não só restrito ao âmbito do setor privado, mas também nos objetivos das políticas públicas.

Fonte: Investing.com

Créditos da Imagem: ISTOÉ Dinheiro

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Veja também

Posts Relacionados